NEBTRAM – TRADIÇÃO CORVOS

Na bruxaria temos o rito fúnebre conhecido como Requiem que em latim significa repousar.
Temos conosco a morte, não uma inimiga, mas sim a tratamos com naturalidade e como algo sagrado, pois faz parte do nosso ser, seguindo o fluxo da vida, nascer, crescer e morrer.
Temos como crença que quando morrermos voltaremos a grande mãe e dai se inicia um novo ciclo em outros planos. Quando um irmão do coven morre, seu livro das sombras (onde residem suas anotações privadas) ficará em poder de seu sucessor, e o falecido é enterrado com um pentagrama sob seu peito, assim como manteremos na lapide também (se for da vontade da família deste membro). No dia do funeral quando os participantes do coven retornarem ao templo será realizado o primeiro rito, nele teremos os integrantes do coven com roupas fúnebres (roxo e preto), um altar com comidas que o falecido gostava, com fotos dele, musicas favoritas e objetos de maior apego. Fazemos assim então as invocações e evocações para que os Deuses/Deidades possam auxiliar o membro falecido neste rito de passagem a cruzar os véus.
Este rito será realizado a cada 7 dias totalizando 4 semanas, e depois todo ano no dia 31/10 pelo Hemisfério Sul comemoramos o Sabbath de Samhain (Noite dos ancestrais) onde os portais estão abertos e todos os integrantes do coven e familiares já falecidos são homenageados e lembrados com fotos e músicas alegres que os falecidos gostavam. É uma noite de muita alegria pois é o nosso contato com os que já partiram e lembramos deles com harmonia, felicidade e amor.
Colaborador: Bernardo Coupee (Sacerdote de Bruxaria) NEBTAM que e Núcleo de estudos de Bruxaria Tradicional e Alta magia.

Ouse, mude… Renove-se e se equilibre! Jamais percas o equilíbrio em qualquer setor em sua vida. “

Bernardo Coupee (Sacerdote de Bruxaria)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *